Neste espaço colaborativo e de distribuição de conhecimento sua presença é fundamental. Aqui compartilho com você estudos, informações, crenças e busco somar esforços com todos e todas que concebem com responsabilidade a desafiante tarefa de educar na sociedade atual

terça-feira, 4 de maio de 2010

Internet e relações de amizade

Internet pode estar deixando os jovens mais antissociais???

As crianças costumavam conversar de verdade com seus amigos. Aquelas horas gastas ao telefone ou com os amigos do bairro depois da escola desapareceram há muito tempo. Mas, agora, mesmo conversar ao celular ou por e-mail (onde é possível pelo menos conversar em parágrafos) virou passado. Para os adolescentes e pré-adolescentes de hoje, as interações de amizade parecem ocorrer cada vez mais através das breves mensagens de texto do celular e dos chats virtuais, ou por meio de fóruns extremamente públicos nos murais do Facebook e do MySpace. Ainda não há um corpo robusto de pesquisa sobre esta questão. Uma das preocupações é que, diferente de muitos de seus pais - que se lembram de intensos relacionamentos com amigos íntimos com quem passavam tempo e compartilhavam segredos durante a infância -, os jovens de hoje podem estar perdendo experiências que os ajudariam a desenvolver empatia, a compreender nuanças emocionais e a ler sinais sociais como expressões faciais e linguagem corporal. Com as obsessões técnicas da criança começando cada vez mais cedo - até alunos do jardim de infância brincam com laptops no recreio -, seus cérebros podem acabar sendo reprogramados, perdendo tais capacidades, acreditam alguns pesquisadores. Estudiosos de amizade argumentam que a tecnologia está aproximando as crianças mais do que nunca. Elizabeth Harley-Brewer, autora de um livro lançado no ano passado chamado Making Friends: A Guide to Understanding and Nurturing Your Child's Friendships, acredita que a tecnologia permite que as crianças fiquem conectadas o dia inteiro aos seus amigos. "Creio ser possível dizer que a mídia eletrônica está ajudando as crianças a ficarem muito mais em contato e por períodos mais longos". Há muitas ideías sendo levantadas a partir deste novo contexto. Proponho que façamos juntos aqui esta discussão. Envie sua opinião através da ficha comentário do blog. Participe!

6 comentários:

Projeto Solos disse...

Certamente a internet pode estar tornando os jovens mais antissociais. muitos passam muitas horas no orkut e msn

Quel disse...

Com certeza, a partir do momento em que a criança ou o adolescente se isola, ele deixa de manter o contato direto com o outro, acho que isso pode fazer com que o indivíduo torne-se mais tímido, pois muitas vezes ele se expressa melhor em frente a um computador do que com um amigo, por exemplo.

janios disse...

o uso da tecnologia tem o poder de unir as crianças em um ambiente que pode ser util na construção das relações desde que sejam orientadas previamente quanto a importancia das relações pessoais que devem ocorrer em ambientes reais não limitando-se aos ambientes virtuais,pois esses contatos ajudam na formação da personalidade e carater das crianças.

André Oliveira disse...

Eu acredito que a internet nao deixa os jovens mais antissociais, mas os deixam sem o contato intimo e interpessoal. Conversar pela internet talvez seja mais fácil para algumas pessoas, pois elas estao protegidas e incognitas, e assim fica mais avontade para falar de certos assuntos.

Valbério disse...

A tecnologia nesse ponto pode ser uma faca de dois gumes, fazendo com que os amigos sempre mantenham contato, trocando sempre informações e fortalecendo a amizade, mas também pode acabar com aquela amizade mais apegada, que tem o contato pessoal que ajuda a fortalecer a amizade, e a se relacionar com as pessoas.

Valbério e Walter

dayfson disse...

Aluno: Dayfson Alle Barroso
Curso: Computação

A internet torna os jovens mais antissociais porque os deixam mais afastados de suas amizades físicas, mantendo-os apenas como amigos virtuais.

SBIE 2010

ENTRE EM CONTATO...

Apresentação de Augusto Franco no Nodo PB dia 12.09.09 em Campina Grande

CHAT : Educar na Era Digital

TRECHO DE TEXTO DE PAULO FREIRE

"De nada serve, a não ser para irritar o educando e desmoralizar o discurso hipócrita do educador, falar em democracia e liberdade mas impor ao educando a vontade arrogante do mestre" ( FREIRE, Paulo. Professora sim, Tia não, 1995)

Que tal Ler ??? INDICO PARA VOCÊ

Indico este livro que foi traduzido para o Português:

Homo Zappiens: educando na era digital/Wim Veen, Ben Vrakking: tradução Vinicius Figueira. - Porto Alegre: Artmed, 2009. 141 p.

Educar é um compromisso social

Educar é um compromisso social
Simpósio Integrador-Semana CEDUC/UEPB

Filmes Imperdíveis

  • A sociedade dos Poetas Mortos
  • Desafiando Gigantes
  • O Clube do Imperador
  • O ilusionista
  • O mundo dos insetos
  • O sorriso de Monalisa
  • O triunfo
  • Orquestra dos Meninos
  • Ponto de Decisão
  • Prova de Fogo
  • Quase Deuses
Ocorreu um erro neste gadget

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte
Localiza-se na praia Pirangi com área de 100 por 80 metros, produção de 70.000 cajus por ano, bem doces e já tem 115 anos. Minha foto predileta de setembro

Foto tirada por mim em 19.07.09

Foto tirada por mim em 19.07.09
É mais importante construir o ninho ou ensinar uma andorinha a voar?

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba
Centro onde atuo no curso de Licenciatura em Computação