Neste espaço colaborativo e de distribuição de conhecimento sua presença é fundamental. Aqui compartilho com você estudos, informações, crenças e busco somar esforços com todos e todas que concebem com responsabilidade a desafiante tarefa de educar na sociedade atual

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Reunião Anual da Produção da Ciência - SBPC 2010

É um fervilhar de alunos universitários, cientistas, pesquisadores , atividades diversas como lançamentos de livros, teatro, espaço de exposição aberto aos alunos das escolas da região e um ir vir para minicursos, simpósios, palestras e comunicação na área de posters. Uma forma de fazer ciência e tecnologia onde convivem autoridades, jovens cientistas, educadores de todas as áreas do conhecimento. Dentre os diversos trabalhos expostos da UEPB estão alguns em torno da educação e tecnologias com alvo na inclusão digital e social, ferramentas de auxilio a prendizagem, robótica de baixo custo como também no campo de letras, curriculo dentre outros.



terça-feira, 27 de julho de 2010

SBPC 2010 - UFRN - Natal



Olá

Estamos aqui em Natal em clima de muita produção científica. Hoje dia 27.07.10 a exposição e divulgação dos posters foi em clima contagiante de aprendizagem e interação. Muitos estudantes e professores da UEPB estão aqui comigo. Há temas dentro das áreas de Ciências Sociais, Ciências Humanas, Biológicas, Agrárias. Os Estados do Nordeste representados em pesquisas que dão sentido a vida, ao humano e ao tecnológico. E assim transcorre nesta semana até dia 30 de julho a 62ª Reunião Anual da SBPC. Amanhã estaremos participando do simpósio sobre Interdisciplinaridade na Área de Humanas.



domingo, 25 de julho de 2010

Muito interessante - PUBLICAÇÕES EDUCAREDE

Oi pessoal
Como estão? Desejo que bem... construindo a felicidade na luta diária.
Quero compartilhar com vocês este canal do portal Educarede. Neste espaço há publicações realizadas pelo EducaRede para consulta e uso. Algumas destas estão livres para download e outras disponíveis apenas para visualização. As publicações estão organizadas nas seguintes categorias:

Apoio pedagógico: materiais dirigidos ao professor com a finalidade de apoiar sua prática com Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC) em sala de aula. Há textos práticos e teóricos.
Estudo e pesquisa: publicações de estudos teóricos sobre o uso das TIC na educação.
Experiências pedagógicas: relatos de experiências pedagógicas ou exposição dos produtos dessas experiências. São projetos realizados em escolas da rede pública em parceira com o EducaRede. Esses relatos estão organizados em dois grupos: - municipais e estaduais - nacionais e internacionais

sábado, 24 de julho de 2010

I Congresso Paraibano de Tecnologia Assistiva e Inclusão Social das Pessoas com Deficiência - Inscrições Gratuítas

Olá
Acontecerá em Campina Grande o 1º Congresso Muito Especial de Tecnologia Assistiva e Inclusão Social das pessoas com deficiência da Paraíba é uma realização do Instituto Muito Especial com o Ministério da Ciência e Tecnologia. As inscrições São GRATUÍTAS

Não deixe de se inscrever A participação de todo(a) educador(a) é importante. São Objetivos do evento:

• Prosseguir na disseminação do conceito de acessibilidade e inclusão da pessoa com deficiência

• Estimular a pesquisa e desenvolvimento da Tecnologia Assistiva no Brasil;

• Contribuir para atualizar o conhecimento técnico dos profissionais da área;

• Difundir experiências inovadoras, como um instrumento facilitador no processo de inclusão social e profissional das pessoas com deficiência. INSCREVA-SE

quarta-feira, 21 de julho de 2010

VIII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação - Inscrições abertas.‏

Vem por aí mais uma oportunidade para quem está produzindo no campo da Educação e tecnologia que é o VIII Congresso Internacional de Tecnologia na Educação evento que já integra o calendário científico-educacional brasileiro. Será realizado de 8 a 10 de setembro de 2010 no Centro de Convenções de Pernambuco, constando de conferências, palestras e minicursos. Os palestrantes, nacionais e internacionais, são reconhecidos no mundo da educação. Veja mais ...

terça-feira, 20 de julho de 2010

Dia do AMIGO

Oi pessoal
Ando viajando um pouco... revendo amigos e minha família e é claro de perna pro ar que ninguém é de ferro. E as vezes por este nosso Brasil ainda temos baixa conexao... mas vamos ao que interessa. Hoje dia 20 de julho é dia do amigo. Mas Todo dia é dia do amigo esta figura tão importante para quem honra este afeto. Então, pra meus amigos um quente abraço e que sejamos como escrito na palvra de Deus " A amizade verdadeira -Palavras afáveis aumentam os amigos, e fala amável encontra acolhida"Eclesiastes 5.
Muita paz e somos parte dos amigos que temos.
Lucinha Serafim

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Inscrições abertas para o 3º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação

O Núcleo de Estudos em Hipertexto e Tecnologias na Educação da Universidade Federal de Pernambuco (Nehte/UFPE) e a Associação Brasileira de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional (Abehte) promovem a terceira edição do Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação. Programado para acontecer nos dias 02 e 03 de dezembro deste ano, no Centro de Artes e Comunicação da Universidade, o evento abre espaço para apresentação de pesquisas empreendidas em diferentes áreas do conhecimento científico, sendo eixo central dos debates a relação entre Hipertexto e Educação. O foco será na utilização das Redes Sociais, como ferramentas potencializadoras do ensino e da aprendizagem, o Simpósio visa contribuir para o desenvolvimento de mais este tema específico de pesquisa. É dirigido a professores, alunos e pesquisadores em geral, o Simpósio vai oferecer conferências, mesas-redondas, sessões de comunicação, além de minicursos e apresentação de pôsteres digitais. Na ocasião, estarão presentes estudantes, professores e profissionais ligados às áreas de Letras, Educação e Informática de diversas universidades brasileiras. Entre os participantes confirmados estão os pesquisadores Antônio Carlos Xavier e Nelly Carvalho (UFPE); Luiz Fernando Gomes (UNISO) e; Ana Elisa Ribeiro (CEFET/MG), entre outros. As inscrições para apresentação de trabalhos já estão abertas e podem ser feitas no site do evento, no endereço eletrônico http://www.ufpe.br/nehte/simposio2010. Os interessados podem efetuar a inscrição nas modalidades: sessão de comunicação (professores e estudantes de pós-graduação) e pôsteres (estudantes de graduação). Haverá premiação para o melhor pôster apresentado entre os alunos de graduação. Como forma de estímulo à divulgação de pesquisas, todos os inscritos que tiverem trabalhos aprovados para o evento estarão automaticamente filiados à Abehte e terão a primeira anuidade subsidiada pelo valor da inscrição no evento. Sócios da Abehte, que efetivaram sua filiação até junho deste ano, terão desconto no valor da inscrição.

Mais Informações

Website:
http://www.ufpe.br/nehte/simposio2010
Email: simposiohipertexto@gmail.com

"Jampa Digital" é exemplo para Brasil e países do exterior

NOTÍCIAS
15/07/10 - 13:51


O projeto 'Jampa Digital', desenvolvido pioneiramente pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e que dá acesso gratuito a internet sem fio, tem recebido reconhecimento de outras cidades do país e até do exterior. A constatação é do secretário de Ciência e Tecnologia (Secitec), da PMJP, Paulo Badaró. Gestores municipais de outras administrações e representantes comerciais estão firmando Termos de Convênio e Cooperação Técnica com o governo municipal.

"O Jampa Digital tornou-se referência para o desenvolvimento de projetos similares em outros locais. O projeto é único, pois trata de transferência de tecnologia para o cidadão, de inclusão digital e da governança eletrônica", afirma Badaró. Segundo dados da Secretaria Municipal de Ciência Tecnologia (Secitec), representantes dos governos e de empresas da Índia, México e países da América Central estão desenvolvendo projetos similares ao da Capital paraibana.

Na Europa, a Suíça, que é reconhecida pelo seu desenvolvimento social, econômico e tecnológico, também está interessada em conhecer e comercializar a Certificação Digital em um trabalho semelhante ao de João Pessoa. "Isso é muito significativo e é um reconhecimento ao nosso trabalho", explicou Paulo Badaró. Brasil - Em território brasileiro alguns projetos estão sendo implementados tendo como modelo o 'Jampa Digital'. O governo de Pernambuco, as prefeituras de Natal e Mossoró, no Rio Grande do Norte, e cidades do interior paulista, também estão buscando mais informações sobre o projeto pioneiro implantado em João Pessoa. "Para a gestão municipal, e mesmo para João Pessoa, isso representa um salto em ciência e tecnologia muito grande. No futuro esses produtos poderão ser até comercializados pela nossa cidade", comemorou Paulo Badaró.

O que é o projeto - O 'Jampa Digital' se constitui no acesso à Internet sem fio, através de banda larga gratuita. Para acessar basta o usuário possuir um computador portátil (notebook ou laptop), celulares e smartphones com tecnologia de conexão WI FI (Sem fio). O serviço pode ser acessado num raio de 500 metros. Para acessar basta abrir uma conexão com a Rede WI FI (Sem Fio ) e fazer um cadastro na página inicial do 'Jampa Digital'; receber uma senha e pronto, o usuário navega a vontade. Para os próximos acessos é só colocar a senha no campo indicado na página. Segurança - Outro ponto de destaque no projeto é a tecnologia utilizada, o que garante ao usuário total proteção com relação a transferência de dados e navegação. Uma das medidas de segurança é o cadastramento do usuário, que terá uma senha e login para acessar a rede.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Folheando o E-book




Sou uma leitora assídua do Jornal da Paraíba e o do domingo faz parte do meu lazer do dia. Pois acordo no domingo como se naõ houvesse amanhã, olho pro céu e agradeço a Deus por tanta luz e vontade de viver que há em mim e essa luz " só pode ser Jesus". Mas o que tem isso a ver com E-book? deverão estar pensando meus leitores e leitoras.... kkk para mim ler tem a ver com viver e nesta matéria do jornal é possível se ver a relação real de dois adultos profissionais com os leitores eletrônicos apontando suas vantagens e desvantagens na experiência de um Advogado e de uma Escritora. O que me chamou a atenção é que a opinião deles coaduna com a minha que é possível a convivência do formato digital com o impresso, pois podemos dá diferentes usos para ambas as tecnologias. A escritora Clotilde Tavares afirma no texto que " E sempre que surge uma tecnologia nova pergunta-se se vai desbancar a velha. Isso nunca acontece, pois vemos ai convivendo juntos o teatro que ia ser destruído pelo cinema, a TV, O DVD, etc. Ah me lembrei de uma tecnologia que destruiu a outra: o computador destruiu a máquina de escrever..." diz ela. Já o advogado Daniel Sampaio tece algumas críticas dizendo que " hoje em dia, porém, há problemas que tornaram o e-book um aparato distante da realidade: além de caros, no caso do Kindle, o conteúdo em Língua Portuguesa é diminuto(resumindo-se a poucos jornais), o que faz uma barreira `aqueles que não dominam uma língua estrangeira". Ainda nesta coluna afirma-se que os autores paraibanos não têm livros lançados no formato digital. Que nos Estados Unidos, o comércio de livros eletrônicos já representa 4% do mercado e quanto ao Brasil a situação é ainda incipiente.Mas a perspectiva para o setor, todavia, é animadora. A amazon que é distribuidora de livros digitais planeja para o ano que vem chegar ao número de disponibilização de 300 títulos novos por mês. E até chegar a esta marca planejam algo em torno de 500 titulos digitais. Certo é que dos papiros medievais passando pelas brochuras e chegando a tela dos aparelhos de leitura o livro continua sendo uma fonte de conhecimentos sem precedentes além de ser uma excelente companhia ... "isso eu afirmo sem medo de errar" ( Grifo meu)

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Estarei com meus orientandos no SBPC - UFRN

Somos notícia - setor de comunicação da UEPB

Integrantes da UEPB apresentarão trabalhos em Reunião Anual para o Progresso da Ciência

Seg, 05 de Julho de 2010 17:13

No período de 25 a 30 de julho, um grupo de quatro alunos do curso de Licenciatura em Computação, da Universidade Estadual da Paraíba (Campus I), participará, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal (RN), da 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O evento científico, existente há mais de 60 anos, engloba diversas áreas do conhecimento e hoje é tido como o maior na América Latina. Acompanhados pela professora responsável pelas disciplinas Prática Pedagógica de Computação e Educação e Tecnologias, Maria Lúcia Serafim, os estudantes da UEPB tiveram quatro trabalhos aprovados pela comissão organizadora: dois no campo da robótica educacional, um sobre objeto de aprendizagem no ensino e outro sobre o uso de ferramentas de vídeo digital em salas de aula.


Os trabalhos inscritos na SBPC são: “A contribuição da Robótica Educacional: uma experiência interdisciplinar de aprendizagem no Ensino Fundamental”, elaborado por Wanderson Gomes de Sousa; “A utilização da robótica através da manipulação de objetos de baixo custo como fator interdisciplinar na educação”, por Emerson Sousa Lima; “Vídeos digitais no Ensino e Aprendizagem”, de autoria de Denise Costa da Silva; e “Construindo um Objeto de Aprendizagem (OA) para o ensino de frações”, de Carolina Soares Ramos.

De acordo com Lúcia Serafim, outros trabalhos já foram inscritos nas reuniões anuais da SBPC, ao longo de cinco anos, e novas pesquisas já estão sendo elaboradas e serão inscritas em congressos até o fim de 2010, sendo desta feita, previstos para acontecer em Lisboa (Portugal)
e em Aracaju (SE).

Desenvolvimento do ensino

Ainda de acordo com a professora Lúcia Serafim, os trabalhos a serem apresentados na SBPC são fruto de trabalhos monográficos e de artigos científicos elaborados no decorrer das disciplinas, sendo todos os alunos seus orientandos na Licenciatura em Computação. Entre os
trabalhos, destaca-se a iniciativa dos pesquisadores em envolver o ensino-aprendizagem de crianças, especialmente em ambientes digitais, tendo sempre em vista a manifestação de suas habilidades e competências. O trabalho que será apresentado por Denise Costa, por exemplo,
incentiva crianças e adolescentes a produzir vídeos caseiros, com os conteúdos ministrados em sala de aula pelos professores. “Nossa ideia é incluir essa questão no currículo escolar, onde os jovens terão oportunidade de fazer vídeos educativos”, acrescentou a Lúcia Serafim. Já no trabalho de Carolina Ramos, a cozinha é utilizada como cenário de aprendizagem para o conteúdo “frações”. Naquele espaço, alunos do 5º ano fundamental aprendem com facilidade e de forma lúdica a fracionar medidas. As pesquisas em robótica, desenvolvidas por Wanderson Gomes e Emerson Sousa, contaram com a participação de escolas particulares de Campina Grande, das quais os alunos de ensino fundamental se mostraram os maiores interessados. Wanderson apresentará um relato de experiência sobre o jogo de encaixe “Lego”, buscando, com a colaboração de outros dois professores de Física e Matemática, outras alternativas de confecção de robôs para o brinquedo, além daquelas propostas nos manuais do próprio kit. Já Emerson Sousa optou por lidar com a robótica de baixo custo, realizando o aproveitamento de materiais e promovendo uma relação entre informática, robótica e estudos interdisciplinares da escola.


A participação dos estudantes em eventos e congressos recebeu, em grande parte, o estímulo da professora Maria Lúcia Serafim, que afirma reconhecer a competência dos alunos e incentivar a produção científica, fazendo, no andamento do curso, o enriquecimento da pesquisa.

Inscrições prosseguem - Para quem ainda deseja participar da SBPC, as inscrições seguem até o dia 14 de julho, através do site http://www.sbpcnet.org.br/natal. Há 61 anos, a SBPC realiza a atividade, que reúne as mais diversas áreas do conhecimento, configurando-se como o maior evento científico na América Latina.


Texto de - Giuliana Rodrigues e Juliana Rosa

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Relatório do IDEB

No ano passado, a maioria das escolas (56,2%) teve notas abaixo da média nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) para os primeiros anos do ensino fundamental, que foi de 4,6 pontos, em uma escala que vai de 0 a 10. Em 2009, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avaliou o desempenho de 43.400 escolas públicas, por meio do Ideb. Dessas, 57,6% conseguiram atingir as metas estabelecidas para as séries iniciais do ensino fundamental. Outras 20% não conseguiram alcançar suas metas e 22,38% não tinham metas estabelecidas, por não terem participado da avaliação em 2005, quando o Ideb começou a ser instituído.

Ideb

O Ideb é calculado a cada dois anos e serve para avaliar a qualidade do ensino público no país. Cada escola tem uma meta e recebe uma nota, levando em conta o rendimento escolar e as notas obtidas pelos alunos na Prova Brasil. Ao criar o Ideb, o Inep estabeleceu metas de qualidade que devem ser atingidas pelo país, pelos estados, municípios e pelas escolas. Assim, levando em conta a realidade de cada local, cada instância deve evoluir de forma a contribuir para que o Brasil atinja a média 6 em 2021, que é o patamar dos países mais desenvolvidos.

Notas

A nota mais baixa registrada entre as escolas foi 0,2, atingida pela Escola Estadual Jovem Protagonista, que fica em Belo Horizonte. Em seguida, aparecem as escolas municipais Firmo Santino da Silva, em Alagoa Grande (PB), Professor Francisco de Assis Cavalcanti, em Natal (RN) e Boa União, em Eunápolis (BA), todas com nota 0,5. As três escolas com notas mais altas são de Cajuru (SP), o mesmo município que ficou em primeiro lugar no Ideb. A escola Aparecida Elias Draibe ficou com nota 9, e as escolas André Ruggeri e Dom Bosco tiraram 8,8.

Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 6 de julho de 2010

Quatro notícias do Estadão sobre o resultado do IDEB


Avaliação mostra estagnação do ensino médio no Brasil, com nota 3,6:

Eles não sabem que metade é 50% nem identificar a ideia principal de um texto. O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2009, divulgado ontem, mostra que os alunos do ensino médio estão estagnados no desconhecimento. Na média, numa escala que vai de 0 a 10, os estudantes tiraram 3,6 - nota apenas 0,1 maior do que a alcançada na edição anterior, de 2007.

Alunos do fundamental não compreendem gráficos:

Com a média obtida nos anos iniciais,alunos não conseguem:
Reconhecer diferenças no tratamento dado ao mesmo tema em textos distintos; Ler gráficos de setores; Resolver problemas envolvendo mais de uma operação.

Com a média obtida nos anos finais, alunos não conseguem:
Somar e subtrair usando parênteses e colchetes; Identificar a intenção do autor numa história em quadrinhos; Identificar as relações de causa e consequência implícitas no texto.

Com a média obtida no ensino médio, alunos não conseguem:
Reconhecer o efeito de sentido do uso de recursos ortográficos, como sufixo diminutivo; Resolver problemas de multiplicação e divisão, em situação combinatória, e de soma e subtração de números racionais.

Ensino médio fraco pode prejudicar economia:

Especialistas em educação ouvidos pelo Estado afirmam que o principal impacto do gargalo do ensino médio pode ser medido, a longo prazo, no mercado de trabalho, que pode sofrer com escassez de mão de obra de qualidade e profissionais mal preparados. "A qualidade do aprendizado se reflete na produtividade. Aprender pouco significa produzir pouco. Isso pode prejudicar a competitividade do Brasil com países que têm o ensino mais forte", afirma Naercio Menezes, economista da educação do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), antigo Ibmec.

'Não há docentes em número nem em qualidade no País':

Decompondo o Ideb em seus dois vetores, no fundamental se observa que o peso do desempenho escolar cresceu, com relação ao da aprovação ? o que mostra que a aprendizagem está fortemente influenciando o indicador. Mas no médio o caminho foi inverso: o fluxo ganhou impacto no aumento do índice.

Nessa etapa ocorre uma diversificação da oferta de disciplinas, mas o País não tem docentes em número e em qualidade. Dos professores que hoje ensinam física e química, somente 25% e 38% foram formados nestas matérias. Portanto, o ensino médio se coloca como grande desafio para os próximos governadores. E cabe ainda esperar a divulgação completa dos dados, para verificar se esse crescimento no Ideb se deu de maneira homogênea pelos Estados ou se foi puxado por aqueles que tinham as médias mais baixas. Isso evidenciará se a qualidade da educação segue o rumo da equidade.

domingo, 4 de julho de 2010

Projeto Férias Culturais em Campina Grande - PB

Crianças de férias... que tempo bom para amá-las mais ainda. Na roda viva da vida é preciso encontrar tempo e qualidade neste tempo para cuidar de nossas crianças.


Durante o período de Férias, o SESI Indústria do Conhecimento (localizado no Parque da Criança) promoverá diversas oficinas culturais gratuítas para crianças de 6 a 12 anos, com o objetivo de estimular o hábito de leitura através de atividades dinâmicas e desafiadoras, diferenciadas das atividades oferecidas no período letivo e com uso de tecnologias da informação e da comunicação. Atenção: as vagas são limitadas com oferecimento de lanches para as crianças inscritas. Contato pelo telefone: (83) 21015390.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

I Encontro Internacional TIC e Educação - EM LISBOA/PORTUGAL

Excelente programação foi organizada pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa que promove o evento ticEDUCA2010 - I Encontro Internacional dedicado à problemática do uso das TIC ao serviço da aprendizagem. Subordinados ao tema central “Inovação Curricular com TIC”, e contando com especialistas convidados no campo dos e-portefólios e ambientes pessoais de aprendizagem, o I Encontro Internacional TIC e Educação, promovido pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, estimula a apresentação de trabalhos originais dentro dos seguintes tópicos:

A. Perspectivas teóricas sobre a utilização das TIC para fins educativos

1.Novas perspectivas teóricas sobre o ensino, a formação e a aprendizagem
2.Cenários prospectivos de integração das TIC na Educação e na Formação
3.Programas educativos com TIC: perspectivas nacionais e internacionais
B. Projectos e práticas de integração curricular das TIC

1.Experiências com TIC e novas abordagens ao currículo
2.Desenvolvimento de recursos educativos digitais
3.TIC e novas metodologias de avaliação
4.TIC e aprendizagem ao longo da vida
5.TIC, inclusão e necessidades educativas especiais
C. Ambientes virtuais de aprendizagem e comunidades de prática

1.Redes sociais e comunidades online
2.Comunicação e colaboração em ambientes virtuais
3.E-portefólios e ambientes pessoais de aprendizagem (PLEs)
D. Competências e desenvolvimento profissional de professores, educadores e outros profissionais

1.Literacia digital e novas competências profissionais
2.Novas abordagens e novas estratégias de formação
3.Web 2.0 e o desafio da qualificação docente
E. E-learning e aplicações educativas emergentes

1.Tecnologias e plataformas de apoio ao ensino e à aprendizagem
2.Sistemas e estratégias de e-tutoria
3.Serious Games e multi-user virtual games
4.3D virtual worlds, simuladores e outras aplicações multimédia
5.Tecnologias móveis e mobile-learning
6.Robótica educativa

A submissão teve data prorrogada até o dia 19 de julho de 2010 - Leia mais

SBIE 2010

ENTRE EM CONTATO...

Apresentação de Augusto Franco no Nodo PB dia 12.09.09 em Campina Grande

CHAT : Educar na Era Digital

TRECHO DE TEXTO DE PAULO FREIRE

"De nada serve, a não ser para irritar o educando e desmoralizar o discurso hipócrita do educador, falar em democracia e liberdade mas impor ao educando a vontade arrogante do mestre" ( FREIRE, Paulo. Professora sim, Tia não, 1995)

Que tal Ler ??? INDICO PARA VOCÊ

Indico este livro que foi traduzido para o Português:

Homo Zappiens: educando na era digital/Wim Veen, Ben Vrakking: tradução Vinicius Figueira. - Porto Alegre: Artmed, 2009. 141 p.

Educar é um compromisso social

Educar é um compromisso social
Simpósio Integrador-Semana CEDUC/UEPB

Filmes Imperdíveis

  • A sociedade dos Poetas Mortos
  • Desafiando Gigantes
  • O Clube do Imperador
  • O ilusionista
  • O mundo dos insetos
  • O sorriso de Monalisa
  • O triunfo
  • Orquestra dos Meninos
  • Ponto de Decisão
  • Prova de Fogo
  • Quase Deuses
Ocorreu um erro neste gadget

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte
Localiza-se na praia Pirangi com área de 100 por 80 metros, produção de 70.000 cajus por ano, bem doces e já tem 115 anos. Minha foto predileta de setembro

Foto tirada por mim em 19.07.09

Foto tirada por mim em 19.07.09
É mais importante construir o ninho ou ensinar uma andorinha a voar?

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba
Centro onde atuo no curso de Licenciatura em Computação