Neste espaço colaborativo e de distribuição de conhecimento sua presença é fundamental. Aqui compartilho com você estudos, informações, crenças e busco somar esforços com todos e todas que concebem com responsabilidade a desafiante tarefa de educar na sociedade atual

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

VI Seminário Internacional -UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Faculdade de Educação

Vem aí o VI Seminário Internacional  sobre As redes educativas e as tecnologias: práticas/teorias sociais na contemporaneidade. O correrá na UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Faculdade de Educação no período de 6  a 9 de junho de 2011.


Cresce na contemporaneidade o debate sobre a pluralidade do mundo, dos conhecimentos que nele circulam e se enredam para além do conhecimento científico, até recentemente considerado como única forma de conhecimento válida e universal. Se, historicamente, epistemicídios de toda sorte(1) foram cometidos, somos hoje capazes de reconhecer diferentes modos de conhecer o mundo e de com ele dialogar, diferentes práticas/teorias sociais em embate e diálogo no mundo acadêmico e cotidiano. Vivemos hoje um momento histórico em que a crise do paradigma hegemônico vem sendo acompanhada pelo crescimento desses estudos e debates em torno dessa multiplicidade de práticas/teorias sociais nos diferentes campos de estudo, dentre eles na Educação. Assim, em sua sexta edição, os organizadores do Seminário Internacional "As redes educativas e as tecnologias", na tradição das preocupações sociais e culturais que vêm dedicando aos problemas educativos desde sua primeira edição, se propõem a discutir a contemporaneidade com suas múltiplas e diferenciadas práticas/teorias sociais em diferentes redes educativas. Leia Mais...

domingo, 30 de janeiro de 2011

Censo Escolar 2010: cobertura de internet é maior que presença de quadra de esporte nas escolas

No ensino médio, 94,8% dos estudantes têm acesso à internet enquanto 79,9% desfrutam de quadra de esportes nas escolas em que estão matriculados. Esses dados são do Censo Escolar 2010 e foram divulgados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira)...Se for analisada a situação do ensino fundamental, a diferença se acentua conforme baixa o nível de ensino: nos anos finais (6º a 9º anos), 85,9% das matrículas são atendidas por acesso à rede enquanto 71,3% têm quadras. Nos anos iniciais (1º ao 5º anos), 71,6% dos estudantes são atendidos com internet, mas metade deles não tem quadra esportiva nas escolas.

Retomo esta notícia para que possamos neste inicio de ano letivo nas várias realidades do nosso imenso país sermos mais atentos como educadores ao fato que que a sala de aula deva ser mais interativa, sendo percebida e articulada não como rota e sim como percurso  em seu desdobramento pedagógico e para tal,  é importante que este dados  trazidos pelo Censo 2010 sobre a cobertura da Internet possam servir para a vinculado de  propostas  para o planejamento docente, para que  este se aproprie de condições para favorecer o desenvolvimento de práticas em sua sala de aula  que contemple a  presença da internet em vários espaçõs e assim, os estudantes possam desde cedo   utilizar a rede de computadores para a apreensão do conhecimento e da pesquisa siginificativa  em relação as vivências de ensino e aprendizagem.

Internet em alta -No contexto de uma análise

Questionado sobre o investimento em acesso à internet no lugar de outros itens de infraestrutura, o presidente do Inep, Joaquim José Soares Neto, disse que as “questões são complexas” e as análises devem ser “feitas com cuidado”. O acesso à internet supera todos os outros itens de infraestrutura: quadra de esporte, biblioteca, laboratório de ciências e acessibilidade das edificações para deficientes físicos e, até, laboratório de informática. “Ao se investir em acesso à internet também está investindo em biblioteca”, disse Neto. Apenas 30,4% das escolas brasileiras nos anos iniciais têm bibliotecas. A cada dez escolas, sete delas não possuem um acervo de livros disponível para seus estudantes. Na etapa que vai do 6º ao 9º anos, 58,7% das escolas têm bibliotecas. No ensino médio a proporção de cobertura com esse item de infraestrutura é de 74%.

O que podemos pensar  é que uma biblioteca , assim como espaçõs para lazer, motricidade e esportes, etc  nao podem ser colocados em segundo plano não é mesmo? e  que a organização e planejamento das políticas para este fim devem ser imperativas mas em relação a Internet se faz necessário que possamos apoveitar destes ganhos  para  buscarmos  modos de juntos trocarmos experiências sobre como fazer este percurso do uso e aplicação da Internet como ferramenta didática,  tanto na educação básica como no ensino superior e outras modalidades de ensino. É importante afirmar que não é a tecnologia que resolverá todos os problemas educacionais, mas é significativo compreender que se esta for um canal de inclusão  social e incorporada adequadamente aos processos de ensino e aprendizagem poderá em muito favorecer a desdobramentos de aprendizagem para a chamada geração Screenagers.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Conheça o MVmob

Minha Vida Mobile - MVMob é um projeto cultural e educativo que capacita estudantes e educadores para produção de conteúdos audiovisuais com celulares. MVMob estimula a criatividade na escola e propõe uma rede de aprendizagem interativa e intercâmbio cultural. É um portal está aberto para a publicação de novos conteúdos de todos os participantes durante todo o tempo... conheça e inscreva-se.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

NUPECIJ - Vem ai o II Colóquio Nacional sobre Infância e Juventude - UEPB

          NUPECIJ é constituído por professores, pesquisadores e extensionista, estudantes de graduação e pós-graduação, todos ligados à temática Política da criança e do adolescente, a qual representa o ponto de interseção para estudos, pesquisas e ações de extensão que envolvem diversas áreas de conhecimento. O NUPECIJ é vinculado diretamente a Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários – PROEAC com base na Resolução 010/96 que fixa normas para criação de Núcleos de Pesquisa e Extensão na UEPB. De uma maneira concreta, o NUPECIJ é uma proposta de trabalho de professoras e alunos dos cursos de Serviço Social, Pedagogia e História da UEPB que, através do Núcleo, delineiam seus estudos e pesquisas sobre a dimensionalidade e o sentido da infância e juventude no Brasil .
          O II Colóquio ocorrerá nos dias 06. 07 e 08 de abril de 2011 e dentre os vários Gts estarei coordenando o GT 07 -GT 7: Infância, Juventude, violência e mídia cuja ementa é : O mundo virtual e a infância; prática educativa: experiências com tecnologias digitais na infância e juventude; o preparo do professor e as mídias;  sala de aula interativa na infância: ensino e aprendizagem com tecnologias digitais; violência e as novas tecnologias. Veja mais

domingo, 23 de janeiro de 2011

Revista EDaPECI lança novo número online

Oi pessoal a revista EdaPeECI volume 06 ano 02 está online e vale a pena conferir. Lá está meu texto sobre Comunidades Virtuais. Dê uma olhada nesta produção disponivel em http://www.edapeci-ufs.net/revista/ojs-2.2.3/index.php/edapeci

Sumário

Artigos


As TIC a EAD e um novo perfil de docente: estudo de caso no NEAD/UNIT PDF
Alice Angela Thomaz, Andrea Karla Ferreira Nunes 001 - 015
Tecnologias na educação: o perfil do professor na contemporaneidade PDF
Clésia Maria Hora Santana, Cleide Jane de Sá Araújo Costa 016 - 023
A pesquisa online no Portal CAPES PDF
Antônio Chizzotti, Abdizia Maria Alves Barros, Irlanda do Socorro de Oliveira Miléo, Maria Aparecida Pereira Viana 024 - 030
Andragogia e inclusão digital: Algumas reflexões PDF
Gonzalo Abio 031 - 049
Tempos modernos...Sentido e autoria na web - algumas premissas teóricas básicas para o entendimento destas categorias. PDF
Glaucio José Couri Machado 050 - 060
Comunidades virtuais: contribuição na inclusão digital e social PDF
Maria Lúcia Serafim 061 - 072
Microblogs e seu potencial de uso na educação PDF
Fernando Silvio C. Pimentel, Ivanderson Pereira da Silva, Cleber Nauber Santos, Luis Paulo Leopoldo Mercado 073 - 084
A Educação a Distância como proposta em telemedicina PDF
Siony Silva 085 - 092
O vídeo como recurso de aprendizagem em salas de aula do 5º ano PDF
Rosilma Ventura da Silva, Elisangela Leal de Oliveira Mercado 093 - 103
Diagnóstico situacional da educação ambiental em escolas estaduais de municípios de Sergipe PDF
Karla Cristina Santos Freire, Tereza Cristina Santos Freire, Ana Veruska Cruz da Silva, Suzana Leitão Russo, Greyce Graziely Coelho 104 - 119

Bibliografia Comentada
Bibliografia Comentada PDF
Luis Paulo Leopoldo Mercado

E as férias estão terminando....Estou de volta.



Opa... hoje está fazendo um mês que fiz um post sobre o natal e sai de mansinho para as férias... e foi preciso quase uma semana para desacelerar e entender VOCÊ ESTÁ DE FÉRIAS. Foi assim mesmo, quando entrei nas chamada férias legais pela universidade tinha tanta desconfiança disso que acordava pensando que ia trabalhar kkkk. Mas o meu cérebro me deu rápidas dicas e estas eu tratei de obedecer, pois nao ando muito boa nisso viver só na regra pela regra e sim no diálogo que acho muito mais construtivo e generoso e assim fui indo para a praia em João Pessoa comer aquele caranguejo gostoso, ver a passagem do ano, festas e gulodices a valer e assim fui me despedindo das minhas múltipas tarefas presenciais e na rede e aí caí na satisfação do descanso, do aconchego, do sono sem despertador, das visitas e isso dá até melodia... , parti para minha linda sempre comigo terra natal a ensolarada Fortaleza cair nos braços e abraços da família e da cidade onde nasci. Tudo por lá é cara de alegria, muita gente, turismo e reencontro com os amigos que por lá deixei. Em seguida fui para a cidade de Camocim próxima ao Piauí, mais família e um extenso litoral da terra da lagosta. Tudo isso recheado com o mais lindo amor de Deus pois Ele está na vida e na natureza, e principalmente está em mim. Ele me deu todas estas oportunidades para celebrar o novo ano e voltar para dar prosseguimento ao meu trabalho pois amo ser educadora, realizar os encontros de aprendizagem com os alunos , as orientações, as produções escritas, os congressos, além de outra fruição sem a qual nada seria possível VIVER como diz Rubem Alves numa ação criativa e prazerosa, fruição enche a alma de prazer. E que venha 2011 de encontros, de lutas de novas ideias e da buca concreta da construção de uma prática onde ser educador é sinalizar percursos como enfatiza Marco Silva.

SBIE 2010

ENTRE EM CONTATO...

Apresentação de Augusto Franco no Nodo PB dia 12.09.09 em Campina Grande

CHAT : Educar na Era Digital

TRECHO DE TEXTO DE PAULO FREIRE

"De nada serve, a não ser para irritar o educando e desmoralizar o discurso hipócrita do educador, falar em democracia e liberdade mas impor ao educando a vontade arrogante do mestre" ( FREIRE, Paulo. Professora sim, Tia não, 1995)

Que tal Ler ??? INDICO PARA VOCÊ

Indico este livro que foi traduzido para o Português:

Homo Zappiens: educando na era digital/Wim Veen, Ben Vrakking: tradução Vinicius Figueira. - Porto Alegre: Artmed, 2009. 141 p.

Educar é um compromisso social

Educar é um compromisso social
Simpósio Integrador-Semana CEDUC/UEPB

Filmes Imperdíveis

  • A sociedade dos Poetas Mortos
  • Desafiando Gigantes
  • O Clube do Imperador
  • O ilusionista
  • O mundo dos insetos
  • O sorriso de Monalisa
  • O triunfo
  • Orquestra dos Meninos
  • Ponto de Decisão
  • Prova de Fogo
  • Quase Deuses
Ocorreu um erro neste gadget

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte
Localiza-se na praia Pirangi com área de 100 por 80 metros, produção de 70.000 cajus por ano, bem doces e já tem 115 anos. Minha foto predileta de setembro

Foto tirada por mim em 19.07.09

Foto tirada por mim em 19.07.09
É mais importante construir o ninho ou ensinar uma andorinha a voar?

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba
Centro onde atuo no curso de Licenciatura em Computação