Neste espaço colaborativo e de distribuição de conhecimento sua presença é fundamental. Aqui compartilho com você estudos, informações, crenças e busco somar esforços com todos e todas que concebem com responsabilidade a desafiante tarefa de educar na sociedade atual

terça-feira, 23 de novembro de 2010

3º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação

As redes sociais da Internet tornaram o mundo pequeno, como afirmou Stanley Milgram com sua teoria de que uma pessoa pode se conectar a qualquer outra no mundo, estando separada dela por no máximo 6 outras pessoas. Neste contexto, é inevitável se perguntar como os 1,9 bilhões de usuários das redes têm utilizado as linguagens para se comunicar, construindo identidades, práticas educacionais, mas também preconceitos. Possíveis respostas para essa questão serão discutidas no 3º Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação que acontece nos dias 02 e 03 de dezembro no Centro de Artes e Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco. O evento é uma iniciativa conjunta do Núcleo de Estudos em Hipertexto e Tecnologias na Educação (Nehte/UFPE) e da Associação Brasileira de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional (Abehte). O Simpósio trará pela primeira vez ao Recife, o filósofo da informação Pierre Levy, com a conferência Do hipertexto opaco ao hipertexto transparente. Levy é professor titular da cadeira de “Pesquisa em Inteligência Coletiva” da Universidade de Ottawa, no Canadá. Pesquisadores como Antonio Carlos Xavier e Alex Sandro Gomes, da UFPE, analisarão, durante o evento, como a retórica, arte que combina informação e sedução, molda-se aos ambientes digitais. Nesta temática será abordado o conflito decorrente do encontro de diferentes gerações, habilidades e expressões culturais nas redes sociais. “Analisamos como as pessoas, por meio da retórica, lidam com as diferenças num ambiente marcado pela necessidade de liberdade e pela pressão em se estar sempre tomando a iniciativa, de forma criativa e veloz”, destaca Antonio Carlos Xavier, coordenador geral do evento. Outro tema que será discutido é a ampliação do projeto Um computador por aluno, iniciativa do Ministério de Educação. O professor Paulo Gileno Cysneiros, da UFPE, mostrará resultados de sua pesquisa, avaliando este programa, que foi lançado em 2010 e atinge escolas públicas brasileiras de ensino fundamental e médio. E ainda sobre a proliferação do livro em formato eletrônico, o e-book, questão que tem suscitado questionamentos relativos ao fim do livro tradicional e dos espaços de socialização ligados a ele, a exemplo das bibliotecas. Estas suspeitas, investigadas por pesquisadores como Alexandre Gouveia, da Pluri Educacional, são tema de uma das mesas do Simpósio. Os perfis construídos pelos usuários de redes sociais quando tendem para a fantasia recebem o nome de avatares. A pesquisadora Ana Elisa Ribeiro, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, analisará como os professores constroem avatares para o relacionamento online com seus alunos, expondo o conflito entre vida profissional, vida pública e vida privada. Leia mais...

SBIE 2010

ENTRE EM CONTATO...

Apresentação de Augusto Franco no Nodo PB dia 12.09.09 em Campina Grande

CHAT : Educar na Era Digital

TRECHO DE TEXTO DE PAULO FREIRE

"De nada serve, a não ser para irritar o educando e desmoralizar o discurso hipócrita do educador, falar em democracia e liberdade mas impor ao educando a vontade arrogante do mestre" ( FREIRE, Paulo. Professora sim, Tia não, 1995)

Que tal Ler ??? INDICO PARA VOCÊ

Indico este livro que foi traduzido para o Português:

Homo Zappiens: educando na era digital/Wim Veen, Ben Vrakking: tradução Vinicius Figueira. - Porto Alegre: Artmed, 2009. 141 p.

Educar é um compromisso social

Educar é um compromisso social
Simpósio Integrador-Semana CEDUC/UEPB

Filmes Imperdíveis

  • A sociedade dos Poetas Mortos
  • Desafiando Gigantes
  • O Clube do Imperador
  • O ilusionista
  • O mundo dos insetos
  • O sorriso de Monalisa
  • O triunfo
  • Orquestra dos Meninos
  • Ponto de Decisão
  • Prova de Fogo
  • Quase Deuses
Ocorreu um erro neste gadget

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte

Maior Cajueiro do Mundo no Rio Grande do Norte
Localiza-se na praia Pirangi com área de 100 por 80 metros, produção de 70.000 cajus por ano, bem doces e já tem 115 anos. Minha foto predileta de setembro

Foto tirada por mim em 19.07.09

Foto tirada por mim em 19.07.09
É mais importante construir o ninho ou ensinar uma andorinha a voar?

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba

Meu Cenário : UEPB Universidade Estadual da Paraíba
Centro onde atuo no curso de Licenciatura em Computação